Mauro Cardim critica Teobaldo Costa por não disponibilizar EPIs a funcionários

O empresário e presidente do Instituto Metropolitano de Desenvolvimento Social e Inovação (IMDI), Mauro Cardim, critica Teobaldo Costa, dono da rede de supermercados Atakarejo, por não adotar medidas de proteção ao novo coronavírus nos seus estabelecimentos comerciais, “colocando em risco a vida dos funcionários”.

Nesta segunda-feira (27), a loja da rede Atakadão Atakarejo localizada no bairro do Cabula (Estrada das Barreiras), em Salvador, interrompeu as atividades após um funcionário testar positivo para a Covid-19.

Mauro Cardim fez uma denúncia contra Teobaldo Costa, em março deste ano, através de um vídeo, em que mostra os funcionários da rede trabalhando sem nenhum tipo de Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

Na ocasião, Mauro Cardim fez um apelo ao empresário Teobaldo Costa. “Ele não pode deixar de oferecer segurança aos seus funcionários. São pessoas que estão colocando em risco às suas famílias, que estão trabalhando para não deixar o comércio parar”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, digite seu nome aqui